Um pouco sobre os materiais e aplicações de etiquetas

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

 

55

Nós recebemos muitas dúvidas sobre a escolha correta de etiquetas, já que o mercado é bem vasto com relação a esse produto. Diante de um universo imenso de possibilidades, as etiquetas possuem materiais específicos para algumas aplicações. Hoje, nós selecionamos os mais comuns para que você entenda um pouco melhor e veja se ele se encaixa no que realmente precisa aí na sua loja ou empreendimento.

Papel Couchê

Geralmente, ele possui uma superfície lisa e até mesmo semibrilhante, por isso se torna ideal para a impressão de etiquetas com ribbons. Ele é muito utilizado em etiquetas de modo geral e gera uma boa economia ao empresário, sem deixar de oferecer um bom acabamento.  Sua resistência é um grande diferencial, pois seu papel é revestido e tem uma boa resistência a umidade.

Papel Térmico

Este é um papel termos sensível que é super indicado para a impressão térmico-direto, ou seja, sem ribbon. Ele é bem versátil e apresenta vários níveis de durabilidade. Podem ser utilizados em cupons fiscais, comprovantes, etiquetas de comércio, etc.

Papel Offset (fosco)

Esse é o papel mais comum e é naturalmente mais fosco. Feito para ser escrito com caneta esferográfica ou até mesmo em impressoras simples de jato de tinta ou laser. Muito comum em empreendimentos pequenos para etiquetagem à mão.

Papeis Laminados

Eles são considerados especiais pelo seu acabamento, podendo ter uma leve transparência, serem brilhantes e de diversas cores. É muito utilizado em envelopes, lojas e joalherias, principalmente para destacar alguma informação importante no produto.

Se interessou por esses itens? Em nosso site, você encontra tudo isso e muito mais! Acesse: www.artgraf.com.br

 


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×