Expor ou não os preços na vitrine?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

vitrine

Quem nunca parou em frente de uma vitrine e ficou procurando o preço de uma roupa e não achou?  Se pudéssemos apostar, apostaríamos que todo mundo já passou por isso, não é mesmo? De acordo com o a lei, todas as informações quanto ao preço devem estar bem clara na vitrine. Os preços devem estar bem descritos de forma que o consumidor veja se o valor pode ser parcelado ou a vista, se terá acrescimentos, juros, etc.

Em todas as lojas físicas, os preços devem ser afixados em etiquetas e diretamente em produtos que estejam por todo o ambiente, incluindo manequins, vitrines e prateleiras. Em bares e restaurantes, o valor deve estar externamente e no cardápio. Já em supermercados e mercados o valor deve estar exposto na embalagem ou na prateleira. Se sua loja utilizar apenas códigos de barras, você deve dispor de equipamentos de leitura óptica.

Se o seu estabelecimento não cumprir as normas, qualquer consumidor poderá fazer uma denúncia no Procon ou, em casos mais extremos, na Justiça. Por isso, estamos aqui para mostrar a importância de colocar em prática essa norma e adotar etiquetas.

Uma dica para quem não sabe de que forma expor isso é começar a usar a Etiqueta Adesiva de Preço 16 x 25 mm (Nº 3C e 3L). São elas que possibilitam que os clientes vejam os valores dos produtos e, além disso, elas ajudam os clientes a comparar os produtos similares. No entanto, caso você resolva fazer as etiquetas por si só, pode ser que elas não fiquem tão bonitas, sem contar a grande quantidade de tempo que você vai desperdiçar tentando fazer a peça.

Vale a pena personalizar uma etiqueta e garantir a segurança do seu estabelecimento e informação a seu cliente.


Deixe seu Comentário.



Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×